Indicações ao DGA

Hoje foi divulgado os cinco cineastas indicados ao Director’s Guild Awards que seguem abaixo:

– Irmãos Coen (Onde os Fracos Não Têm Vez)
– Julian Schnabel (O Escafandro e a Borboleta)
– Paul Thomas Anderson (Sangue Negro)
– Sean Penn (Na Natureza Selvagem)
– Tony Gilroy (Conduta de Risco)

noticia-dga.jpgOs Coen, Schnabel e Penn conseguiram, como era esperado, e PTA graças ao bom Deus também garantiu a sua (que a Academia não o subestime igual fizeram com Magnólia). Quem se deu bem, entretanto, foi Tony Gilroy cuja direção estreante lhe rendeu uma indicação e fôlego a mais para Conduta de Risco, que andava um pouco fora da disputa.

Senti falta do Sidney Lumet, que vem sendo lembrado por Before The Devil Knows You’re Dead. Jason Reitman também ficou de fora, já que imaginei que o DGA fosse fazer igual fez ano passado com o casal diretor de Pequena Miss Sunshine, mas vejo que não foi o caso. Tim Burton também foi esnobado, mas quem realmente foi deixado de lado foi Joe Wright, cujo Desejo e Reparação vem sendo esquecido nas premiações dos sindicatos e dos críticos. Isso vai só o enfraquecendo na corrida ao Oscar…

Anúncios

1 comentário

  1. Gostei muito dessa seleção, especialmente pela presença do Tony Gilroy entre os indicados – mais do que merecido. Ele provavelmente não deve concorrer ao Oscar, mas “Conduta de Risco” ganhou nova força para a categoria de melhor filme mesmo.

    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s