Anfitrião Awards 2007 – Fotografia

fotografia.jpg

O Assassinato de Jesse James Pelo Covarde Robert Ford – Roger Deakins

Logo no início de O Assassinato de Jesse James, o narrador enuncia algumas das peculiaridades do icônico ladrão vivido por Brad Pitt. Uma delas é chamada de “pálpebra granulada”, que o fazia piscar mais vezes que o normal. “Como se ele achasse que a criação era um pouco mais do que podia aceitar” observa ele. Essa frase parece sintetizar todo o fenomenal trabalho realizado por Roger Deakins. Utilizando uma tonalidade sépia por boa parte do filme, a fotografia da produção é fenomenal. A forma com que os personagens parecem se camuflar no campo de trigo justifica o fato de que todos provém do mesmo lugar, ninguém é digno de falhas e erros. A luz refletida nos vidros nas janelas quando Jesse e Bob trocam olhares familiares funcionam como um espelho: um vê as suas semelhanças no outro. Até mesmo a cor usada para representar o inverno remete as cinzas de uma pólvora, fazendo questão de lembrar que o tempo muda, mas as desconfianças e tiroteio não. Incrível como cada detalhe explica tanto sobre os personagens e a história.

– Indicados (em ordem de preferência) –

fotografia2.jpg

Cartas de Iwo Jima – Tom Stern
300 – Larry Fong
Babel – Rodrigo Prieto
5º O Despertar de uma Paixão – Stuart Dryburgh

Anúncios

4 comentários

  1. Ótimas escolhas aqui, hein! Não tinha como “Jesse James” perder, o trabalho do Roger Deakins é brilhante e de longe o melhor dos indicados ao Oscar. Também adoro a fotografia de “Babel” (finalista na minha lista) e “O Despertar de uma Paixão” (que ficou em 6º e quase entra).

  2. Parece que Roger Deakins fez um trabalho de gênio nas tonalidades do seu “O Assassinato de Jesse James Pelo Covarde Robert Ford”, pois só assim para justificar tantos detalhes que você menciona como a mudança de estações. Uma fotografia de 2007 que merece destaque é do filme “Perfume – A História de Um Assassino”.

  3. // Pessoalmente, Fotografia é uma das minhas categorias preferidas (só perde mesmo para Atriz e Atriz Coadjuvante). Então acabo sendo mais criterioso com eles. Jesse James realmente mereceu vencer. É muito bem feita!

    // Também não vi Perfume, mas se já estava difícil de escolher, imagina se eu tivesse visto esse filme. Acabei tirando Zodíaco da lista com o coração na mão…

    // A fotografia de Jesse James é boa mesmo. A de Babel também. Apesar de considerar o filme falho, a fotografia é um de seus maiores trunfos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s