4 filmes de Cannes que mais quero ver

Hoje foram anunciadas algumas notícias sobre o maior festival de cinema do mundo, o Festival de Cannes. Os filmes que estarão na Mostra Competitiva do Festival já foi anunciado, assim como aqueles que estarão fora de competição, na mostra Un Certain Regard, entre outros (para conferir a lista completa, clique no site do Cinema em Cena). Alguns filmes merecem uma atenção pelos diretores, como La Mujer Sin Cabeza de Lucrecia Martel, e Linha de Passe de Walter Salles e Daniela Thomas, mas a falta de notícias somada aos recentes erros dos cineastas acaba prejudicando um pouco na expectativa. Por isso resolvi citar aqui, os quatro filmes que mais espero para assistir. Como não conhecia todos eles (a grande parte para ser honesto), pode ter ficado de fora um que possa a ser futuramente o meu preferido. Mas isso já nãoa contece sempre?

4) Changeling, de Clint Eastwood
Eastwood fez um bom filme ano passado, Cartas de Iwo Jima, será que esse só confirmará a boa fase do cineasta? Muito se fala sobre ele e suas indicações no Oscar, mas ele me parece ser aquele tipo de filme que acaba tendo uma recepção mais ou menos dos críticos e acaba sendo esquecido até o fim do ano, menos por algumas pessoas (incluindo-me nesse grupo) que ficarão indignados com a sua ausência nas premiações. Suposições bastante específicas, não? Mas é exatamente assim que me sinto a respeito do filme. Angelina Jolie não é uma das minhas atrizes preferidas (está muito longe de ser, para falar a verdade), mas quem sabe ela não possa render muito bem nas mãos de um diretor tão competente, quanto Eastwood?

3) Che (The Argentine, Guerrilla) de Steven Soderbergh
Esse filme já foi tão adiado que chega a ser uma surpresa ver que ele finalmente está pronto para ser exibido ao público. Soderbergh já me decepcionou algumas vezes. Aliás, desde Traffic, o cineasta não apresenta uma boa produção, sendo todas as seguintes apenas medianas. Porém esse drama sobre a saga de Che Guevara parece ser imperdível, uma chance do diretor finalmente se redimir dos seus erros. Benício Del Toro como o protagonista também promete estar muito bem no papel.

2) Vicky Christina Barcelona, de Woody Allen
Esse longa de Allen não está em competição, mas é impossível não querer assistir esse longa após o que Allen fez em Match Point e após o que Penélope Cruz fez em Volver. Para ajudar, ainda tem Scarlett Johansson, fator essencial para me fazer assistir qualquer filme. Quem sabe não é com essa produção que Allen finalmente emplaca de vez? Match Point pode ter sido praticamente uma unanimidade entre os críticos, mas seu sucesso junto ao público foi muito discreto, e a sua participação nas premiações foi mais sutil ainda. Vamos torcer para que o neurótico diretor tenha acertado novamente!

1) Synecdoche, New York, de Charlie Kaufman
O que acontece quando um dos maiores roteiristas atualmente, responsável por pérolas como Adaptação e Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças, estréia na direção de um longa? Muita expectativa, é claro. Kaufman já impressionou a todos com o seu dom em escrever histórias, mas será que seu talento em apresentá-las será ainda melhor? Será que convence? O elenco é um atrativo: Philip Seymour Hoffman, Dianne Wiest (sumida há tempos), Hope Davis, Jennifer Jason Leigh, Samantha Morton, Michelle Williams, Catherine Keener e Emily Watson. Tinha como não ocupar o primeiro lugar dessa lista? Simplesmente imperdível, mesmo que seja destroçado pela crítica.

Anúncios

4 comentários

  1. De todos o que mais aguardo é “Linha de Passe”, seguido por “Synecdoche, New York” e “Vicky Cristina Barcelona”. E não costumo ter expectativa alguma para os filmes do Clint Eastwood, mas ele sempre me surpreende.

  2. Partilhamos dos mesmos gostos, Marco.
    Especialmente pelo “Changeling” – porque eu devo admitir que o Eastwood, apesar de superestimado entrega filmes no mínimo bons.
    “Vicky Christina Barcelona” dará tanto o que falar como “Match Point”? O elenco ao menos é nota 1000.
    Mas Kaufman na direção deve dar bons frutos.
    Abraço!

  3. Muito legal o blog e também o post. Vi recentemente a lista dos filmes em competição e me empolguei bastante com alguns deles. O Changeling é um deles, já que tem um bom tempo que o Eastwood vem acertando em cheio, sendo que dos seus últimos quatro filmes, três são obras maravilhosas (Sobre Meninos e Lobos, Menina de Ouro e Cartas de Iwo Jima). Também me surpreendi com a presença do filme do Sorderbergh, não sabia que já estava pronto. Estou bastante curioso quanto a ele. E ainda tem o Linha de Passe, do Walter Salles e da Daniela Thomas e o novo dos irmãos Dardenne. Esse ano o festival promete …
    Vc já conhece meu blog, mas vou aproveitar pra fazer uma propaganda: têm alguns posts novos lá, sendo o último sobre Senhores do Crime … dá uma olhada lá …
    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s