Problemas com Speed Racer

Parece que o uso de chimpanzés nas filmagens de Speed Racer estão trazendo dor de cabeça para os produtores do longa. O macaco que interpreta Chim Chim, mascote do irmão de Speed, foi agredido por um membro da equipe técnica durante as filmagens, e levou a PETA, organização de proteção aos animais, a intervir no assunto novamente.

Antes, o primata havia mordido um ator no set de gravação e foi agredido por um dos integrantes da equipe do longa. Nessa época, a organização enviou uma carta ao produtor Joel Silver exigindo explicações sobre o acontecimento e sugerindo o uso de um robô em vez do animal de verdade para que não ocorra “futuros constrangimentos”.

Agora, a entidade utilizou também uma peça publicitária publicada na Variety pdivulgando o telefone e site da organização para que as testemunhas de maus tratos contra animais possam denunciar. Na publicação, a PETA utilizou a frase “Not Everyone Wants to Be Famous” (“Nem Todo Mundo Quer ser Famoso”), numa clara referência ao chimpanzé do longa.

Fonte: Cinema com Rapadura

Pessoalmente, sou a favor do uso de animais nas produções, porque dá mais veracidade. Mas quando esses tipos de acidente começam a ocorrer, aí acho que o melhor a fazer é utilizar efeitos computadorizados. Não faz parte da vida dos animais participar desses processos de filmagens, gravações, e a partir do momento que eles são agredidos eles não tem razão nenhuma para continuar ali.

Há também outro problema acontecendo com Speed Racer, mas esse é o do desenho, e não do filme. O vídeo abaixo mostra o protagonista com uma atitude muito mais… mórbida do que o normal. É interessante ver como o típico herói, pode se transformar num psicopata só com um bom trabalho de edição. O filme não possui legendas em português, mas não é necessário ter muito conhecimento da língua, já que as imagens praticamente falam por si só!

Anúncios

3 comentários

  1. Poxa, que notícia mais chata. Eu também adoro animais em filmes, mas não filmes sobre animais, tipo “Bud” e “Ed Banana”…
    Mas maltratar os bichos é uma coisa que abomino de verdade. Sou fã de animais, comigo é tratar com carinho.
    Abs!

  2. Concordo com o uso de computação uma vez que a experiência com animais esteja dando certo em um set. Morro de pena desses bichinhos que são obrigados a participar de coisas desgastantes.

    Agora esse vídeo do Speedy ficando doido é bem engraçado. Morri de rir da risada dele.

    Beijocas

  3. // Concordo em tudo. Até mesmo na parte de gostar de animais, mas não de filmes sobre eles… Tem como fazer isso e não ser um filme ruim?

    // Uma risada bem psicótica, né Cecília? Speed is on drugs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s