E Austrália que não chega…

Chega a ser um pecado que Baz Luhrmann não tenha dirigido mais do que três filmes. Romeu + Julieta é um possivelmente o melhor filme de Leonardo DiCaprio, e Moulin Rouge ocupa um generoso espaço na minha lista de filmes da minha vida (Vem Dançar Comigo só ainda não conferi por falta de oportunidade, nunca encontro). Então não chega a ser uma surpresa quando digo que Austrália é o filme que mais espero! Além da participação de Luhrmann, Nicole Kidman também marca a sua presença no longa.

Abrindo um parênteses, me incomoda um pouco essas constantes reclamações das aplicações de botox da atriz. Bom, é impossível dizer que ela não usou, mas também não posso negar que o talento dela foi modificado. Assistindo A Pele, por exemplo, há uma cena em especial que Diane (personagem de Nicole) é repreendida pelo seu marido, e a seqüência que se segue é impecável: basta Nicole olhar para ele que podemos ver toda a frustração, medo e raiva contida nos olhos. Ela não precisou nem arquear a sombrancelha, alterar o tom de voz, nem nada! Tudo estava nos olhos. Por mim, ela pode botar todo o botox que quiser. Se tudo for transmitido pelos olhos, tá tudo certo!

Mas, voltando ao assunto do tópico. Não bastasse esses dois artistas estarem envolvidos no projeto, eu fiquei ainda mais ansioso após ver as primeiras imagens de exibição:

E agora com a exibição do primeiro trailer, fiquei ansiosíssimo. Será que demora para inventar uma máquina do tempo?

Anúncios

6 comentários

  1. Adorei o trailer! Quero dizer, estava ansioso pelo filme, mas agora minhas expectativas triplicaram. Gosto de todos os trabalhos anteriores do diretor (“Moulin Rouge” também é um dos filmes de minha vida) e esse parece ser outro grande longa. E concordo com o comentário sobre a Nicole, ela ainda consegue me conquistar. Abraço!

  2. Acabei de ver na Sala. E MEU DEUS! Que prévia maravilhosa!

    Sou grande fã de Moulin Rouge! e Romeu + Julieta, apesar de não achar nenhum deles uma oitava maravilha, são belos, em especial, o espetáculo que é o musical. Mas acho que a obra-prima de Baz pode muito bem ser esse Austrália ai.

    Ciao!

  3. Calma Marco, que Chega…rs…
    tbme stou ansioso depois dessas imagens belissimas divulgadas e o trailer que tem um tom de clássico já embutido…
    Já andam dizendo por aí que trata-se de um novo “…e o vento levou”… tomara que seja tão forte quanto as anteriores que o Baz realizou, poucas porém boas…
    abraços!!!

  4. Eu achei as imagens belíssima, mas estou com uma impressão de que o filme não vai superar toda a espectativa criada… Tomara que eu esteja completamente enganada.
    Beijocas

  5. Também gosto bastante do Luhrmann, Moulin Rouge também é um dos filmes da minha vida, mas não estava esperando grandes coisas desse Austrália … parecia um épico de amor totalmente tradicional … mas, vendo o trailer, me lembrei o que significa para um filme ser assinado por Baz Luhrmann e também me empolguei com essa história … passo a aguardá-lo ansiosamente.
    Postei no blog sobre os filmes que assisti em abril. Dá uma olhada lá …
    Abraços.

  6. // Concordamos com tudo. Que bom que Moulin Rouge também é um dos filmes da sua vida! Tem tanta gente que deprecia ele..

    // Pois eu acho os dois a oitava maravilha! =) Quer dizer, Romu e Julieta é muito bom, mas não chega a ser perfeito.

    // Imagina se vira o novo … E O Vento Levou? Baz sobe no meu conceito incrivelmente!

    // Eu já estava esperando pelo Austrália, mas esse trailer foi fenomenal. Também adorei!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s