Brasil em Cannes

Os elogios que Linha de Passe, longa de Walter Salles e Daniela Thomas, recebeu em Cannes não foi o suficiente para garantir a Palma de Ouro para o filme brasileiro, mas foi o suficiente para que Sandra Corveloni ganhasse o prêmio de interpretação feminina. Deixando grandes estrelas para trás (como Julianne Moore, Catherine Deneuve e Angelina Jolie), a atriz conseguiu o feito de conquistar oito dos nove membros do júri.  Vale a pena lembrar que o último prêmio importante que o país ganhou no festival foi na mesma categoria há 22 anos, com Fernanda Torres saindo vitoriosa pela sua atuação em Eu Sei Que Vou Te Amar.

O longa Entre Les Murs (Entre Paredes), de Laurent Cantet, entretanto, saiu vencedor do prêmio máximo do festival. A Palma de Ouro foi para a França, após um jejum de 20 anos. A produção foi o último filme da competição a ser exibido. Será que a regra do “último filme visto”, velha conhecida dos produtores em busca do Oscar, também vale em Cannes? Os italianos Gomorra, de Matteo Garrone, e Il Divo, de Paolo Sorrentino, foram lembrados para a categoria de Grande Prêmio e Prêmio do Júri respectivamente. O grande elogiado Valsa Para Bashir acabou sem nenhuma lembrança. O Vinícius fez uma cobertura muito bacana, depois dá uma passadinha lá.

Os vencedores dos anos anteriores (lista completa no Wikipedia)

2007- 4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias, de Cristian Mungiu (Romênia)
2006- Ventos da Liberdade, de Ken Loach (Irlanda)
2005- A Criança, de Jean-Pierre e Luc Dardenne (Bélgica)
2004- Fahrenheit, 11 de Setembro, de Michael Moore (Estados Unidos)
2003- Elefante, de Gus Van Sant (Estados Unidos)
2002- O Pianista, de Roman Polanski (Polônia)
2001- O Quarto do Filho, de Nanni Moretti (Itália)
2000- Dançando no Escuro,  de Lars Von Trier (Dançando no Escuro)
1999- Rosetta, de Jean-Pierre e Luc Dardenne (Bélgica)
1998- A Eternidade e um Dia, de Theo Angelopoulos (Grécia)

Anúncios

1 comentário

  1. Muito bom colocar os vencedores de Cannes aqui. Vi todos desde “Dançando no Escuro” e temos ao menos dois filmes impecáveis na lista: “O Quarto do Filho” e principalmente “Elefante”. Vi “4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias” no domingo e adorei, apesar de não ser tão bom quanto esses dois que comentei. Já estou ansioso por “Entre les Murs”! Valeu pelo link 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s