Anfitrião Awards 2008 – Trilha Sonora

trilha_sonora1

Sangue Negro – Jonny Greenwood

O trabalho de Johnny Greenwood é, disparado, o melhor do ano. Em Sangue Negro, ele não somente apresenta uma trilha sonora aflitiva, mas também conta a história por meio dela. A trilha deixa de ser um elemento complementar da produção, e passa a ser um fator essencial. Um dos momentos mais interessantes do longa é a seqüência em que uma das torres de petróleo pega fogo: os acordes assumem um som semelhante a engrenagens se partindo, e logo podemos perceber uma alusão tanto à maquinaria de Daniel Plainview, quanto ao ritmo desenfreado do personagem. Um trabalho simplesmente fenomenal.

  – Finalistas em ordem de preferência –

trilha_sonora2

Desejo e Reparação – Dario Marianelli
Ensaio Sobre a Cegueira – Marco Antônio Guimarães
O Escafandro e a Borboleta – Paul Cantelon
5º Wall-E – Thomas Newman

Anúncios

6 comentários

  1. Olá Marco,

    Sou leitor do Anfitrião e sou cinéfilo de carteirinha. Eu estou mandando esse email porque estou trabalhando numa empresa que desenvolveu um portal sobre cinema – o Cinema Total (www.cinematotal.com). Um dos atrativos do site é que você cria uma página dentro do site, podendo escrever textos de blog e críticas de filmes. Então, gostaria de sugerir que você também passasse a publicar seus textos no Cinema Total – assim você também atinge o público que acessa o Cinema Total e não conhece o Anfitrião.

    Se você gostar do site, também peço que coloque um link para ele na seção “RECOMENDO” do Anfitrião.

    Se você quiser, me mande um email quando criar sua conta que eu verifico se está tudo ok.

    Um abraço,
    Marcos

  2. Prefiro o trabalho de Marianelli, mas o que o Greenwood fez em “Sangue Negro” merecia mesmo ser lembrado. É uma trilha tão impactante como a de “Desejo e Reparação”. Inclusive, uma delas venceu o Oscar (Desejo e Reparação) e a outra o Festival de Berlim (Sangue Negro).

  3. Eu gostei da trilha do Paul Cantelon para “O Escafandro e a Borboleta”, mas é meio esquecível. A categoria é uma das que mais gosto de selecionar os cinco finalistas e em 2008 não poderia faltar na lista dos cinéfilos Dario Marianelli e Marco Antônio Guimarães, ambos compondo músicas maravilhosas para os dramas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s