Previsão Oscar 2012

[filme]

O Artista é o grande merecedor desse ano. Em uma lista com filmes de qualidade duvidosa (Cavalo de Guerra? Histórias Cruzadas? Sem mencionar Tão Forte e Tão Perto, questionado por toda a imprensa americana), não sobra muitas produções com chances pra surpreender. Talvez Os Descendentes possa provocar um upset, mas acho muito difícil. Esse deverá ser a escolha mais acertada da Academia em muitos anos.
O Oscar vai para: O Artista
O Oscar talvez vá para: Os Descendentes
O Oscar devia ir para: O Artista


[diretor]

Como a Academia gosta de emparelhar seus principais vencedores não vejo outro vencendo aqui além de Michel Hazanavicius. O filme mudo em preto e branco encantou os votantes e deve vencer aqui também, justamente.
O Oscar vai para: Michel Hazanavicius (O Artista)
O Oscar talvez vá para: Alexander Payne (Os Descendentes)
O Oscar devia ir para: Michel Hazanavicius (O Artista)


[ator]

Provavelmente a categoria menos previsível desse ano. De um lado, George Clooney, um ator famoso e amado pela AMPAS vencedor de vários prêmios da crítica, e do outro, Jean Dujardin, um comediante francês “novato” na grande Hollywood. Atualmente apostaria em Clooney, mas como ele já ganhou o seu e eu adoro surpresas/azarões, torço pra Dujardin, em um filme que encantou a todos. Correndo por fora, temos Brad Pitt, impressionante em O Homem que Mudou o Jogo. É até inesperado que Pitt, em sua melhor atuação, tenha sido  subestimado no mesmo ano que Clooney levou tudo.
O Oscar vai para: Jean Dujardin (O Artista)
O Oscar talvez vá para: George Clooney (Os Descendentes)
O Oscar devia ir para: Jean Dujardin (O Artista)


[atriz]

O que era pra ser a princípio “Meryl x Glenn Close” acabou virando “Meryl and her 3rd”, graças a crítica pesada recebida pelo filme de Glenn. No entanto, poucas semanas depois de ser noticiada a falta de diversidade na Academia acho que quem provavelmente vai levar é Viola Davis. Uma pena, já que faz tempo que Meryl não entrega uma atuação tão incrível quanto a de Margaret Thatcher.
O Oscar vai para: Viola Davis (Histórias Cruzadas)
O Oscar talvez vá para: Meryl Streep (A Dama de Ferro)
O Oscar devia ir para: Meryl Streep (A Dama de Ferro)


[ator coadjuvante]

Christopher Plummer não tem como perder aqui. Até chegarmos aos principais prêmios do ano, essa categoria parecia não haver favoritos (a própria ausência de Albert Brooks na lista confirma isso). Mas agora não há como não dar Christopher Plummer, o eterno Capitão Von Trapp de A Noviça Rebelde. O possível alternate aqui seria Max Von Sidow de Tão Forte Tão Perto, figura carimbada nos filmes de Ingmar Bergman em sua, pasmem, primeira indicação. Mas não acho que seja o caso.
O Oscar vai para: Christopher Plummer (Toda Forma de Amar)
O Oscar talvez vá para: Não conte com isso
O Oscar devia ir para: Capitão Von Trapp himself


[atriz coadjuvante]

Octavia Spencer ganhou todos os prêmios precursores e virou imbatível. Também “beneficiada” pela reportagem sobre a Academia não ser muito diversificada, Octavia deve acabar levando. Jessica Chastain deve se contentar com a indicação (a atriz estreou em nada menos do que cinco filmes ano passado), Janet McTeer é a melhor coisa de Albert Nobbs (o que não diz muito, visto que o filme é bem prejudicado) e Melissa McCarthy é a clássica “honored to be nominated” ainda mais por um papel tão bolachão como o dela em Missão Madrinha de Casamento. Melhor manter uma atenção extra, no entanto, porque se há uma categoria que costuma reservar surpresas é a de atriz coadjuvante (Juliette Binoche alguém?) e Berenice Bejo pode se beneficiar com isso.
O Oscar vai para: Octavia Spencer (Histórias Cruzadas)
O Oscar talvez vá para: Berenice Bejo (O Artista)
O Oscar devia ir para: Melissa McCarthy (Missão Madrinha de Casamento)

 
 [roteiro original]

A disputa continua em aberto, principalmente entre Meia Noite em Paris e O Artista. Apostaria em Woody Allen, principalmente porque o roteiro de O Artista tem apenas 42 páginas. Completamente justificável, visto a proposta do filme, mas a Academia costuma preferir filmes “maiores”.
O Oscar vai para: Meia Noite em Paris
O Oscar talvez vá para: O Artista
O Oscar devia ir para: Meia Noite em Paris ou Missão Madrinha de Casamento

[roteiro adaptado]

Assim como ocorre na categoria de roteiros originais, aqui a disputa é polarizada entre Os Descendentes e O Homem que Mudou o Jogo, com uma vantagem para o filme de Brad Pitt. Mantenho o meu voto no filme de Aaron Sorkin, justamente pela presença do roteirista bastante talentoso. Me surpreende a indicaçao de O Espião que Sabia Demais, já que a história do longa foi mutiladíssima e bastante prejudicada.
O Oscar vai para: O Homem que Mudou o Jogo
O Oscar talvez vá para: O Artista
O Oscar devia ir para: O Homem que Mudou o Jogo ou também Tudo Pelo Poder

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s