Marion Cotillard

Oscar 2015: Analisando a categoria – Atriz Principal e Coadjuvante

Esse domingo acontece o Oscar 2015 e, a exemplo de como fizemos ano passado, vamos discutir aqui as quatro categorias de atuação. Afinal, sejamos sinceros, são as que a gente mais se importa, certo? Hoje começamos com as minhas favoritas: Atriz e Atriz Coadjuvante.

Primeiro, Melhor Atriz. Como será que foram indicadas? No que a Academia estava pensando quando votou em cada uma delas e o que elas devem agradecer por terem sido escolhidas? Vamos descobrir.

Melhor Atriz

Continuar lendo

Anúncios

Melhor Atriz: três tópicos para discussão

Em poucas horas, saberemos os indicados desse ano ao Oscar e durante semanas cinéfilos por toda parte vão lamentar quem foi esnobado, quais atores foram esquecidos, quais filmes merecem ganhar e todas as outras discussões típicas entre aqueles que acompanham a premiação durante anos e anos.

Esse ano, em vez de fazer uma lista previsível e reproduzir os mesmos nomes que você pode encontrar em qualquer lugar na internet, vou fazer uma análise mais aprofundada da categoria que mais me interessa: a de Melhor Atriz. Isso mesmo, nada de Beneditc Cumberbatch ou Michael Keaton por aqui. Já discutimos o papel da mulher no cinema aqui no blog várias vezes e hoje não é diferente.

Vou comentar sobre as prováveis indicadas e também levantar importantes tópicos que acho que merecem ser discutidos.

Banner Melhor Atriz

Continuar lendo

Prêmio Anfitrião 2014

Na nona edição do prêmio Anfitrião, não houve um franco favorito. Com 6 filmes empatados com duas vitórias cada, o maior destaque do ano foi Boyhood – Da infância à juventude. O “épico caseiro” de Richard Linklater, filmado ao longo de 12 anos com os mesmos atores, saiu-se vitorioso em três categorias (Filme, Direção e Atriz Coadjuvante), empatando com A Caça em 2012 em número de vitórias, e ficando acima de Soul Kitchen em 2010 (apenas duas, o vencedor de Melhor Filme com menos vitórias no geral).

Marion Cotillard é a atriz (ou ator) com mais indicações na história do prêmio (com essa, são três: junto com Piaf em 2007, e Inimigos públicos em 2009). Ela também é a primeira a ganhar duas vezes na categoria principal (Heath Ledger foi o primeiro a vencer duas vezes, porém como Ator por Brokeback mountain em 2006 e depois como Ator Coadjuvante por Batman em 2008). Outra curiosidade do ano é a indicação dupla de Joaquin Phoenix em uma mesma categoria, primeira vez que um ator consegue tal feito.

 Aqui a lista de todos os filmes que conferi em 2013 e portanto elegíveis para o Anfitrião. Lembrando que a lista é composta de produções que 1) estrearam em circuito comercial, 2) foram exibidas em mostras e festivais, ou 3) foram lançadas diretamente em DVD. Abaixo segue a relação completa.

FILME

1º Boyhood de Richard Linklater
Dois dias, uma noite de Jean Pierre e Luc Dardenne
3º Era uma vez em Nova York de James Gray
4º Casa grande* de Fellipe Barbosa
5º Relatos selvagens de Damián Szifron

Continuar lendo

Duelo das francesas: Juliette Binoche x Marion Cotillard

Em cartaz esse mês com “Camille Claudel, 1951” e “Ferrugem e Osso”, as atrizes Juliette Binoche e Marion Cotillard têm muito em comum. Francesas, elas já trabalharam com diretores prestigiados, têm uma grande base de fãs e chegaram ao auge de suas carreiras internacionais quando ganharam o Oscar.

Por isso, decidimos escrever esse duelo entre as duas e avaliar quem é a melhor atriz no geral. Não só as atuações, mas também os melhores filmes que fez, as bombas que dispensou, os prêmios que ganhou e as pessoas com quem trabalhou.

banner-duelo-francesas

Espero que depois disto, os hipsters possam finalmente seguir adiante e aposentar Catherine Deneuve como a principal musa francesa (isso supondo que eles já terminaram de idolatrar Anna Karina, é claro).

Continuar lendo